New England enfrentou o rival Buffalo Bills no último domingo e venceu fora de casa pelo placar de 23×3. Os Patriots lideram a AFC Leste com 10 vitórias e apenas 2 derrotas, e continuam lado a lado com o Pittsburgh Steelers na briga pela seed #1 na Conferência Americana, e consequentemente, o mando de campo nos playoffs.

Vamos aos destaques positivos:

Eric Lee – “Quem?” Essa foi a reação da maioria dos torcedores a estreia do camisa 55, contratado há 2 semanas do practice squad do próprio Buffalo Bills. Lee, que veio para substituir o lesionado Trey Flowers, não poderia ter tido um dia mais inspirado. Foram 4 tackles, 1,5 sack, 2 passes defletados e 1 interceptação. Atuação impecável.

Deion Lewis – Foi usado apenas no jogo terrestre, sem nenhuma recepção, e mesmo assim terminou a partida com 92 jardas em 15 carregadas, incluindo uma excelente corrida de 44 jardas. Ótima apresentação.

Rex Burkhead – 2 touchdowns terrestres e mais de 100 jardas totais. Muito acionado, teve 12 corridas para 78 jardas, 3 recepções para 25, além de um retorno de kickoff. Vai se tornando cada vez mais importante no esquema ofensivo da equipe.

Stephon Gilmore – Finalmente está mostrando a que veio. Apareceu em momentos cruciais, tirando a bola do adversário, cedendo apenas 22 jardas em 2 recepções, além de 3 tackles.

Stephen Gostkowski – Em um primeiro tempo dominado pelas defesas, sem touchdowns, cabe ao Kicker fazer a diferença. Gostkowski acertou os 3 field goals que tentou (mais longo de 50 jardas) e foi o responsável por todos os pontos da equipe antes do intervalo.

Destaques negativos:

Rob Gronkowski – Se olharmos apenas os números (9 recepções para 147 jardas), Gronk certamente seria listado como destaque positivo, porém após perder a cabeça com a não marcação de uma falta pela arbitragem, nosso TE agrediu violentamente o defensor adversário, o que lhe rendeu uma suspensão de 1 partida.

Pass Protection – A linha ofensiva fez um grande trabalho no jogo corrido, conquistando 193 jardas. A mesma eficiência, porém, não foi vista no jogo aéreo. Brady foi sacado 3 vezes, a maioria pelo seu lado cego, e muitas vezes teve que lançar pressionado.

Josh McDaniels – Chamadas muito conservadoras, especialmente no primeiro tempo fizeram com que a equipe pouco produzisse, ficando dependente de Gostkowski para finalizar as campanhas. No segundo tempo, se envolveu em uma discussão com Brady, o que pode trazer um clima ruim para o vestiário nessa reta final da temporada.

Tags :

the author

Professor de inglês, formado em Publicidade, pós em Marketing em San Francisco, California. Torcedor desde o Super Bowl XXXVI, realizei o sonho de assistir Brady x Manning no Gillette Stadium em 2013. Atualmente, jogo de Defensive Back no Curitiba Lions.

Comentários

Top