Tom Brady fala sobre a matéria da ESPN, o que é verdade e o que não é.

O quarterback dos Patriots, Tom Brady, juntou-se a Kirk & Callahan na manhã desta terça-feira para discutir a recente história da ESPN, baseada em uma luta de poder dentro da organização entre ele, Robert Kraft e Bill Belichick. O jogador de 40 anos desmentiu muitas partes da matéria.

Brady disse que não leu a história inteira, mas que, como Belichick, foi informado sobre certas partes, então tem uma boa compreensão de muitas das coisas contidas na matéria.

“Bem, acho que há muitas coisas que são ditas”, disse Brady. “Eu acho que você pode fazer sua vida, certamente aqui com essa equipe, e tentar fazer o que eu sempre fiz por um longo tempo e isso é ser um bom companheiro de equipe, trabalho o máximo que posso para ajudar o time a vencer, e então alguém pode escrever algo para contradizer isso e cabe a todos acreditar no que querem acreditar. Não pensei muito nisso, na verdade. Eu acho que tenho um ótimo relacionamento com meus colegas de equipe, e se os outros não sentem que têm um ótimo relacionamento comigo, isso é uma coisa, mas eu tento fazer o que eu sempre fiz que é ser o melhor companheiro de equipe que posso ser . Eu não acho que isso realmente mudou na minha mente “.

Como outros jogadores dos Patriots já haviam falado na segunda-feira, Brady confirmou que o prêmio Patriot Player of the Week existe, mas disse que nunca expressou estar chateado por não vencê-lo.

“Não, eu não ligo para coisas assim, não posso imaginar os que dizem isso, ou que falam sobre isso”, disse ele. “É difícil até mesmo responder a essa pergunta”.

Brady acrescentou: “Ganhei muitas vezes. Mais uma vez, é difícil responder a essa pergunta. Não há realmente nenhuma base para isso. É difícil – eu não sei”.

Havia também uma história de Jimmy Garoppolo indo ao Centro de Terapia Esportiva TB12 para obter tratamento em seu ombro no ano passado, mas a porta estava trancada e ninguém atendeu o telefone. Ele não pode ir por duas semanas e somente depois que um membro dos Patriots fez uma ligação é que Garoppolo foi realmente tratado.

Brady desmentiu isso também.

“Mais uma vez, é difícil responder a essas perguntas”, disse ele. “É tão longe de qualquer verdade que eu conheça, ou qualquer caracterização do meu relacionamento com meus colegas de equipe. Nunca neguei nada a ninguém em relação à TB12. Eu sempre achei muito lisonjeiro quando companheiros de equipe vão lá”.

“Eu acho que o treinador [Belichick] sempre fala por si mesmo e eu sempre tentei passar por isso. Como eu disse, tenho um excelente relacionamento com todos os meus colegas de equipe. Certamente tive com Jimmy. Adorei trabalhar com Jimmy. Nós tínhamos grandes momentos juntos. Eu não desejo nada além do melhor, como sempre. Assim como a todos os meus colegas de equipe, na verdade. Eu acho que é assim que me sinto sobre ele “.

O mesmo pode ser dito para a parte matéria que diz que Brady comemorou quando Garoppolo foi trocado.

“Eu acho que essa é uma caracterização tão fraca”, disse Brady. “Em 18 anos nunca celebrei quando alguém foi negociado, ou quando foi cortado. Eu diria que é decepcionante ouvir que alguém expressaria isso, ou um escritor expressaria isso porque está tão longe das minhas crenças sobre meus colegas de equipe e acho que sou muito empático com as experiências de outras pessoas. Eu sei que essas situações não são fáceis”.

“Eu nunca fui trocado ou dispensado, mas eu posso imaginar como isso faz alguém se sentir. Eu nunca me sentiria assim quando Jimmy fosse trocado, ou Jacoby [Brissett] fosse trocado. Eu mantive contato com todos aqueles caras. Quando Matt Cassel se foi – todos esses caras com quem eu trabalhei. Sinto que tive relacionamentos tão bons com todos os quarterbacks com os quais trabalhei. Mantive o contato com basicamente todos. Caracterizar que, é certo, é completamente errado “.

O treinador pessoal de Brady, Alex Guerrero, também foi mencionado na história. A matéria diz que Brady diz aos colegas de equipe: “A resposta de Bill para tudo é levantar mais pesos”, que aparentemente iria contra os métodos de Guerrero.

O jogador de 40 anos de idade não concorda com isso também.

“Mais uma vez, não sou uma pessoa que dividiria um grupo”, disse ele. “Não falo sobre coisas assim e, novamente, acho que conversamos por muito tempo sobre como me sinto sobre o treinamento e minha preparação. Mais uma vez, as pessoas vêm até mim, seja meus colegas de equipe, ou outros caras e dizem: “Ei, quais são as coisas que você faz? Quais são as coisas que funcionaram para você? “Posso apenas transmitir essa mensagem certa. Se é assim que eu treino, ou como eu como, ou durmo, ou bebo, todas essas coisas. Eu apenas tento dar-lhes a resposta que funciona para mim. Certamente, não precisa funcionar para todos. Todo jogador, cabe a eles ouvir o que estou dizendo e usá-lo ou não usá-lo. É a carreira deles. Não é que eu não me importaria menos. Quero que todos experimentem as coisas que experimentei quando envelheci. Isso é exatamente o que eu tento transmitir. “

Como Belichick disse na segunda-feira, Brady aprecia o tempo que ele passou trabalhando com Belichick nos últimos 18 anos e não consegue imaginá-lo de outra forma.

“Mais uma vez, eu falei sobre isso tantas vezes e mesmo neste último fim de semana eu fiz um show, o treinador Belichick foi um ótimo treinador e mentor e certamente nunca conseguiria nada neste esporte sem tudo o que ele me ensinou” Brady disse: “Tive a sorte de jogar nesta equipe. Houve tantos excelentes treinadores aqui, jogadores, funcionários, Sr. Kraft e Jonathan [Kraft]. Eu tive um apoio tão grande aqui. Penso novamente, para caracterizá-lo de forma diferente do que eu digo, e novamente, eu poderia dizer isso um milhão de vezes e então alguém poderia escrever uma coisa. É realmente importante para quem está ouvindo que quer acreditar e talvez eles queiram acreditar porque é isso que eles querem acreditar. Eles querem acreditar que as coisas talvez sejam diferentes, ou talvez eles queiram acreditar – eu não sei.

“Eu só posso dizer e falar por mim e agir como sempre agi. Eu acho que vocês me conhecem muito bem. Eu falo com vocês toda semana por um longo período de tempo. Eu acho que vocês provavelmente podem passar muita informação, mesmo sem eu dizer isso. “

Quando se trata da matéria como um todo, Brady aprendeu ao longo dos anos a não levar o que lê tão seriamente, e é mais difícil para as pessoas que se importam com ele quando as leem.

“Eu acho que é uma grande parte do que acontece em alguns desses artigos. É por isso que nunca mais levo nada do que escrevem tão a sério “, disse Brady.” Eu acho que escreveram muitos artigos  sobre mim ao longo dos anos com os quais eu não concordo. As pessoas podem escrever o que quiserem escrever. Este é um país livre. Você pode dizer o que quiser. Eu sou avaliado pelo meu trabalho, tenho certeza que outras pessoas são avaliadas em seus empregos. Eu entendo que existem 31 outras cidades onde as pessoas não são fãs dos Patriots ou fãs de Tom Brady. Aqui há muita concorrência dentro da nossa mídia. Por isso tenho me mantido longe disso por um longo tempo.

“Eu acho que você só tem que tentar tirar o bom do  que é ruim. Provavelmente é mais difícil para as pessoas que se importam comigo porque são eles que me escrevem. Eles leem isso, provavelmente como muitas outras pessoas, você lê e quando nós crescemos, o que você lê no papel foi a verdade. Penso que agora você só tem pegar tudo – é um pouco diferente agora “.

O que deu para sentir na entrevista de Brady, foi que ele falou com emoção sobre vários dos pontos da matéria. Ficou aquela sensação de que mexeram novamente com o cara errado. Como ele e os Patriots vão usar essa matéria, começaremos a descobrir nesse sábado as 23 e 15 (horário de Brasília).