Home >> Draft,Home,Nação Patriots Brasil,Opinião dos Editores,Patriots Brasil,Temporada 2018 >> Quem pode ser draftado pelos Patriots para suceder Tom Brady

O que muitos esperam é que nesse próximo draft os Patriots escolham um quarterback para ser o sucessor de Tom Brady daqui a alguns anos.

O draft de 2018 é um dos melhores dos últimos anos quando se trata de quarterbacks.

É justamente isso que faz com que os Patriots possam conseguir um bom quarterback nas rodadas do meio do draft desse ano, para ser treinado e desenvolvido por alguns anos.

Os melhores prospectos dessa classe, Sam Darnold, Josh Rosen e Josh Allen muito provavelmente já terão sido escolhidos quando os Patriots estiverem no relógio na 31ª escolha do geral.

Mesmo sem contar com estes três, New England terá muitas opções na posição, e não apenas na escolha número 31. Se quiserem esperar até a segunda , ou mesmo a terceira rodada, os Patriots devem encontrar um jogador sólido e com bom potencial nessa posição.

Os Patriots têm duas escolhas de segunda rodada (nº 43 e 63 no geral) e, em seguida, uma escolha de terceira rodada (número 95 no geral).

Aqui uma pequena análise nos quarterbacks que os Patriots podem escolher nesse draft.

Baker Mayfield, Oklahoma
Rodada projetada: 1ª – 2ª
Analise rápida: Mayfield é um dos quarterbacks  mais interessantes do draft. Eleito o jogador ofensivo do ano da Big 12, completou 70,5% de seus passes para 43 touchdowns e apenas seis interceptações. Ele é um dos jogadores mais quentes do draft e só quer ganhar. Às vezes, isso se volta contra ele como se ele fosse arrogante. Parece provável que ele saia na primeira rodada, mas suas reuniões com as equipes irão percorrer um longo caminho.

Lamar Jackson, Louisville
Rodada projetada: 1ª – 2ª
Analise rápida: Ocorreram perguntas nesta semana se Jackson é realmente um quarterback da NFL e não um recebedor, mas quando ele falou na sexta-feira, deixou claro que é um quarterback. Muito atlético podendo fazer muitas jogadas com suas pernas. Ele é mais conhecido como um corredor, e não está claro como os Patriots veem isso em um quarterback.
“Oh não, eu sinto que jogo bem sob pressão. Eu sou bom lidando com a pressão. Não sentiria nenhuma pressão”. -Jackson aos jornalistas quando questionado se sentiria pressão sucedendo Brady.

Mason Rudolph, Oklahoma State
Rodada projetada: 2ª –  3ª
Analise rápida: Rudolph teve uma ótima temporada, passando para 4.091 jardas com uma taxa de acerto de 63,4% com 28 touchdowns e apenas quatro interceptações. Sua força está quando passa a bola em profundidade, o que ele fez muito em Oklahoma State. Uma das coisas a se observar é como ele se sai quando efetua passes fora de suas rotas pré determinadas, já que quando precisou isso lhe causou alguns problemas. Outra questão é como ele pode comandar um huddle, já que ele estava na maior parte executando um ataque no-huddle no college.

Luke Falk, Washington State
Rodada projetada: 2ª – 4ª
Analise rápida: Falk tem como seu maior ídolo Tom Brady e modelou seu jogo no estilo dele. Jogando para Mike Leach na faculdade, a NFL será muito diferente para ele, mas ele mostrou no Senior Bowl que ele pode liderar um ataque profissional. Falk está se recuperando de uma lesão no pulso e de uma concussão sofrida na temporada passada, então sua durabilidade e saúde podem ser um problema. Falk é, sem dúvida, o jogador mais próximo do estilo de Brady nesse draft.
“Definitivamente tentei imitar Brady, e eu acho que ele é o melhor no que ele faz. Ele definitivamente é um bom cara para tentar modelar seu jogo. ” -Falk aos repórteres sobre a influência de Brady em seu estilo de jogo.

Kyle Lauletta, Richmond
Rodada projetada: 2ª – 4ª
Analise rápida: Lauletta já tem uma conexão com os Patriots, pois seu pai Joe jogou como quarterback na Marinha na década de 1980, enquanto o pai de Bill Belichick, Steve também estava na equipe. Ele também é um dos mais precisos passando a bola nesse draft e ainda conta com alguma mobilidade, além de ser comparado com Jimmy Garoppolo nas últimas semanas. Ele está aumentando seu ranking depois de ser eleito o MVP do Senior Bowl.
“Eu escutei isso algumas vezes de amigos e pessoas fora do football. Mas você nem pensa em coisas assim. É realmente um desperdício de energia tentar fazer essas conexões. Eu vou continuar a fazer o que eu tenho feito e tentar colocar o meu melhor a cada dia e tentar impressionar os scouts. ” -Lauletta ao ser informado pelos repórteres que ele é o quarterback dos sonhos de  Belichick.

Mike White, Western Kentucky
Rodada projetada: 3ª – 4ª
Analise rápida: White tem um dos melhores braços do draft. Como sênior, ele completou 65,7% de seus 560 passes para 4.177 jardas, 26 touchdowns e oito interceptações. É claro que sua maior qualidade é passando a bola, mas sua tomada de decisão no pocket e sua leitura da defesa ainda são um ponto de interrogação.
“Na maior parte, sim. Eu não tive em minhas mãos seu playbook, então eu não sei exatamente os prós e contras. Eu consegui jogar com o treinador O’Brien no Senior Bowl e do que eu entendo, seus ataques são muito semelhantes. Tenho certeza de que nem começamos a se aprofundar naquele livro didático. Mas eu acho que meus conjuntos de habilidade podem se encaixar nisso.” -White sobre se encaixar no ataque dos Patriots.

Logan Woodside, Toledo
Rodada projetada: 5ª – 7ª
Analise rápida: Woodside é mais visto como uma aposta , mas há muito a se gostar no jogador. Ele lutou para ser o titular em Toledo em suas primeiras temporadas, mas aproveitou ao máximo quando ele começou como júnior e sênior. Ele é muito preciso no passes, mas lhe falta tamanho, alguns o veem como baixo demais para jogar na NFL.
“Isso seria um sonho se tornado realidade. Tenho arrepios pensando nisso. Eu cresci como um grande fã de Tom Brady. Tudo o que ele passou em Michigan foi uma situação semelhante ao que eu tive em Toledo honestamente. Ninguém realmente acreditava nele, então ele foi para o campo e provou isso a eles. E ele ainda está provando isso. “- A Mike Giardi, da NBC Sports Boston sobre a possibilidade de ser draftado pelos Patriots.

the author

André Morais, professor de tênis, formado em educação física bacharelado, admin da página Nação Patriots Brasil no Facebook, Youtube e Instagram, aficionado pela NFL desde que ganhou seu primeiro Madden em 2000, torcedor dos Patriots desde 2001 quando viu um certo QB hoje chamado de G.O.A.T arrasar defesas adversárias, 30 anos. Pato Branco - PR

Comentários

Top