Como de costume os Patriots de Belichick não estiveram muito ativos durante o início da free agency, mas isso tudo mudou na noite de sexta-feira quando a franquia contratou três novos jogadores, fizemos uma análise desses três nomes e como cada um pode ajudar a equipe na próxima temporada.

Os jogadores contratados foram o defensive end Adrian Clayborn, o running back Jeremy Hill e o offensive tackle Max Tobin.

Destes três jogadores o nome que mais se destaca é o de Clayborn que era indiscutivelmente, o melhor  pass rusher disponível no mercado.

O jogador de 1,91m e 127 kg que vai fazer 30 anos em julho está saindo de sua melhor temporada como jogador dos Falcons. Temporada onde teve 9,5 sacks, embora valha a pena lembrar que seis destes sacks foram na mesma partida em um jogo contra os Cowboys. Ele passou os primeiros quatro anos de sua carreira com os Buccaneers e os últimos três em Atlanta. Ele não atuou contra os Patriots no Super Bowl LI, pois estava lesionado.

Embora seja um jogador que possa ajudar após o passe, sua força está marcando a  lateral do campo indo atrás do quarterback, semelhante ao que James Harrison conseguiu fazer durante o breve tempo que ficou com os Patriots na temporada passada. A pressão no quarterback foi uma questão muito importante para a equipe na última temporada, então Clayborn certamente tornará o front-seven melhor. Ele pode jogar os três downs das campanhas, que é algo que os Patriots realmente não tiveram no ano passado com qualquer um dos seus rushers.

Hill é um running back um pouco diferente dos outros que passaram pelos Patriots no passado, já que ele não é tão ágil, mas certamente pode ajudar.

O jogador de 25 anos passou seus quatro primeiros anos na liga atuando pelos Bengals. Hill é uma dupla ameaça, pois ele pode correr entre os tackles e receber passes. Hill jogou em apenas sete jogos na temporada passada depois de ir para a injured reserve com uma lesão no tornozelo. Em seus quatro anos de liga ele correu para mais de 2.800 jardas, incluindo 1.124 jardas e nove touchdowns como novato. Ele também recebeu 67 passes para 484 jardas.

Devemos ter Hill disputando uma posição com Mike Gillislee para ver quem atuará por mais tempo durante a partida, Hill tem uma vantagem por causa de sua capacidade de receber passes fora do backfield e ser mais do que apenas um corredor.

Outra contratação da sexta-feira foi Max Tobin, que iniciou apenas 21 jogos na NFL em sua carreira, mas, dada a situação dos Patriots na posição de left tackle após a perda de Nate Solder, os Patriots precisarão de toda a ajuda que conseguirem neste momento.

É muito cedo para dizer exatamente qual será o papel de Tobin, mas vemos a equipe trazendo no futuro outro left tackle, ou por meio da free agency ou do draft já que Tobin não é a solução obviamente. LaAdrian Waddle permanece disponível, ou a equipe pode gastar uma das suas melhores escolhas do draft na posição.Os Patriots ainda têm no elenco sua escolha de terceira rodada do draft de 2017 Tony Garcia, mas ele perdeu 18 quilos no ano passado devido a coágulos de sangue em seus pulmões, então não se sabe a real situação do jogador para essa temporada.

A sexta-feira mostrou aos torcedores dos Patriots como as coisas funcionam em New England e o motivo pelo qual eles devem ter calma nos primeiros dias de free agency, Belichick sempre age da mesma forma, analisa o mercado, espera a poeira baixar após as outras franquias gastarem muito e preenche as necessidades da equipe sem fazer loucuras.

É assim que a dinastia foi montada, e é assim que vai continuar sendo, pelo menos enquanto Belichick estiver lá.

the author

André Morais, professor de tênis, formado em educação física bacharelado, admin da página Nação Patriots Brasil no Facebook, Youtube e Instagram, aficionado pela NFL desde que ganhou seu primeiro Madden em 2000, torcedor dos Patriots desde 2001 quando viu um certo QB hoje chamado de G.O.A.T arrasar defesas adversárias, 30 anos. Pato Branco - PR

Comentários

Top