Curiosidades: você sabia que um jogador dos Patriots atuou na NFL e no futebol?

Em época de Copa do Mundo, viemos aqui falar sobre tal assunto com a NFL.

E claro, falando sobre o New England Patriots, houve um jogador que atuou no futebol e na NFL… Você sabe quem é?

Ele é nascido na Philadelphia em 06 de julho de 1956 e vem de uma família com muita tradição no esporte da bola redonda, seu nome é Matt Bahr. Seu pai foi um dos melhores jogadores do esporte na história dos EUA onde atuou pela Copa do Mundo de 1950.

Falando ainda pelo futebol da boa redonda, os irmãos de Matt jogaram pela seleção olímpica dos EUA, já ele (Matt) e seu irmão Chris resolveram atuar pela bola oval.

Matt Bahr foi campeão da temporada de 1979 da National Football League jogando pelo Pittsburgh Steelers.

Resultado de imagem para matt bahr pittsburgh steelers

Matt Bhar foi diferente comparado ao seu pai e seus irmãos, não defendeu a seleção dos EUA, ele atuou em ligas a parte, defendendo alguns times como o Pennsylvania Stoners, Colorado Caribous e o Tulsa Roughnecks, e sua carreira teve duração de 2 (dois) anos com destaques de somente 3 (três) assistências.

Já na NFL, Matt se destacou, atuando como kicker e participou de diversas equipes, possuindo 2 (dois) anéis de SB.

Imagem relacionada

O início de sua carreira se deu em 1979, em que no Draft foi selecionado pelos Steelers e permaneceu até 1995 no esporte da bola oval, atuando por alguns times conhecidos como os Patriots, Giants, Eagles, 49ers e Browns.

Com o Pittsburgh veio seu 1º Super Bowl; em 1990, já transferido para os Giants, conheceu Bill, em que foi o coordenador defensivo da equipe, vencendo assim, seu 2º Super Bowl. Nos Patriots, chegou em 1993 jogando assim por 36 jogos até o ano de 1995 onde encerrou sua carreira e se aposentou. Vale lembrar que com os Pats, chegou a ter um ótimo aproveitamento em Field Goals.

Resultado de imagem para matt bahr super bowl

Disputou 19 (dezenove) temporadas na NFL, onde conseguiu o feito de 522 extra points, sendo um aproveitamento excelente e 300 field goals, totalizando assim 1.422 pontos na carreira.

 

Texto escrito pela colaboradora Débora Vieira