Sempre é mencionado como a NFL é uma liga cíclica e que uma equipe que tenha ido mal em uma temporada pode chegar ao Super Bowl na outra, isso tudo devido a igualdade de condições e a competitividade da liga, mas a verdade é que nenhuma equipe desde a virada do século dominou a NFL da forma que os Patriots vem fazendo ano após ano, disputando 8 Super Bowls e vencendo 5 desde 2001.

Nas 18 temporadas desde que os Patriots selecionaram Tom Brady na escolha número 199ª do draft de 2000, eles não estiveram na final de conferência apenas em cinco oportunidades, incluindo 2008, quando Brady sofreu uma lesão de ACL na abertura da temporada.

Este tipo de sucesso não é algo que deveria acontecer na NFL. Existem muitas variáveis. As lesões podem atrapalhar e acabar com uma temporada antes mesmo de ela começar, quando um jogador é trocado nunca se sabe se ele terá o mesmo desempenho que tinha em sua equipe anterior e ainda temos o teto salarial que força as equipes a tomarem decisões difíceis sobre seu jogadores veteranos.

Há muito se diz que a NFL significa “Not For Long” como algo do tipo o sucesso não dura muito tempo. Só que uma equipe tem contrariado tudo isso,  os Patriots de Belichick/Brady.

Na última temporada mais uma vez vimos os Patriots, com seu quarterback MVP de 40 anos, desafiando o tempo, desafiando as normas, dando um novo significado ao que uma dinastia da NFL pode ser.

E qual o segredo disso tudo?

Brady tem abdicado de um salário astronômico e merecido já há quase uma década, proporcionando aos Patriots um bom espaço no cap para construir uma equipe competitiva em torno de seu quarterback ano após ano.

Aos que duvidam da importância dos contratos de Brady, vamos dar como exemplo o que aconteceu com o Baltimore Ravens.

Um mês após ganhar o Super Bowl em 2013, Joe Flacco assinou um contrato de US $ 120,6 milhões por seis anos que o tornou o jogador mais bem pago da NFL em termos de valor médio anual, superando Drew Brees, que tinha assinado um contrato de US $ 100 milhões por cinco anos com os Saints no ano ano anterior.

Nos cinco anos desde que assinaram este contrato, os Ravens não fizeram mais nada na NFL. Com Flacco como titular e com seu novo contrato, eles chegaram aos playoffs apenas uma vez, em 2014 quando perderam para os Patriots no divisional round. Com esse contrato de Flacco os Ravens nunca conseguiram se reforçar bem na free agency, além disso foram inconsistentes no draft.

O acordo de 2013 de Flacco foi um desastre em termos de valores, os Ravens foram forçados a renegociar seu contrato em maio de 2016 para evitar um desastre ainda maior. Eles então assinaram uma extensão de US $ 66,4 milhões, com duração de três anos, que transferiu boa parte do seu salário imediato para um bônus de assinatura que poderia ser rateado nos anos seguintes. Porém o desastre permaneceu. Em 2020, por exemplo, o impacto no teto salarial de Flacco deve atingir os 28,25 milhões de dólares, e quando isso ocorrer ele terá 35 anos de idade.

Brady pode ser considerado o maior negócio que uma equipe já fez na história do esporte.

Desde que o acordo coletivo da NFL entrou em vigor, em agosto de 2011, Brady nunca chegou a ficar entre os quatro quarterbacks que mais causam impacto no teto salarial de sua equipe.

Sua classificação em cada temporada após o acordo coletivo da NFL:

  • 2011: 8th
  • 2012: 17th
  • 2013: 5th
  • 2014: 12th
  • 2015: 14th
  • 2016: 18th
  • 2017: 20th

Brady é o melhor jogador na posição mais importante da NFL. No entanto, ele tem tido contratos com valor muito abaixo do valor de mercado nas últimas sete temporadas, o que proporcionou ao cap dos Patriots um menor impacto salarial e a oportunidade de se gastar em outras posições com as quais outras franquias apenas sonham em ter um dia.

Mas essa é a única razão pela qual os Patriots tem tanto sucesso?

A resposta é simples, não. Brady e Belichick são juntos a maior dinastia da história da NFL. Os Patriots escolhem jogadores no draft melhor do que outras franquias. Eles treinam melhor que as outras franquias. Eles são precisos, e erram pouco nos momentos mais importantes dos jogos. Mas o impacto que os contratos de Brady tiveram no sucesso dos Patriots nas últimas duas décadas não pode ser negado.

Raramente vemos os Patriots gastarem muito dinheiro na free agency. Mais recentemente vimos assinarem com Darrelle Revis um contrato em 2014 de um ano no valor de US $ 12 milhões. E na última temporada Belichick fez talvez sua maior movimentação tem termos financeiros quando contratou Stephon Gilmore por cinco anos e US $ 65 milhões.

Tais contratações só são possíveis graças ao contrato de Brady.

Tom Brady a escolha de sexta rodada que substituiu Drew Bledsoe após uma lesão e que se tornou campeão do Super Bowl, que virou MVP, o maior de todos os tempos e que proporcionou a uma franquia a chance de virar uma dinastia.

the author

André Morais, professor de tênis, formado em educação física bacharelado, admin da página Nação Patriots Brasil no Facebook, Youtube e Instagram, aficionado pela NFL desde que ganhou seu primeiro Madden em 2000, torcedor dos Patriots desde 2001 quando viu um certo QB hoje chamado de G.O.A.T arrasar defesas adversárias, 30 anos. Pato Branco - PR

Comentários

Top