Home >> Análises,Colunas,Crônica,Nação Patriots Brasil,Opinião dos Editores,Patriots Brasil,Pré Jogo,Temporada 2017,Temporada Regular >> Como o Patriots poderá derrotar o Buccaneers? (análise pré-jogo da semana 5)

O New England Patriots abre a semana 5 da temporada nesta quinta-feira (05), às 21h15, contra o Tampa Bay Buccaneers, no estádio Raymond James (Flórida). O atual vencedor do Super Bowl enfrenta mais uma equipe da NFC South, precisando mostrar evolução no jogo, urgentemente no setor defensivo. A ESPN transmite o Thursday Night Football ao vivo para todo o Brasil.

SOBRE O NOSSO ADVERSÁRIO

Mike Evans é um dos melhores WR da NFL

O Buccs tenta voltar aos playoffs da NFL depois de 10 anos. Para isso, contam com um ataque bastante prolífico, regido pelo jovem quarterback Jameis Winston. Em seu terceiro ano na liga, Winston demonstra estar caminhando para ser o franchise quarterback que Tampa precisava para elevar de patamar. Sua evolução na temporada passada permitiu que o Buccs voltasse a fazer uma campanha positiva depois de 6 anos. Para 2017, o time da Flórida destaca-se mais do que nunca pela força ofensiva, a qual foi reforçada com o wide receiver DeSean Jackson e o tight end OJ Howard. Atualmente, sua campanha está 2-1 (bye na semana 01 em razão do furacão Irma).

Como o Patriots poderá derrotar o Buccaneers?

 – Parando o jogo aéreo. Tampa Bay tem o terceiro melhor ataque no quesito jardas aéreas da NFL. Para isso, a (preocupante) defesa do Patriots precisa parar as conexões de Winston com os WR Mike Evans, Adam Humphries e DeSean Jackson, e com os TE OJ Howard e Cameron Brate.

Gilmore e Butler enfrentam os bons recebedores do Buccs

Em 3 jogos, Winston anotou 6 touchdowns. É provável que o Buccaneers utilize mais de um TE – assim como o Pats costuma fazer –, o que irá requerer maior atenção por parte dos nossos linebackers. Além disso, precisamos de uma atuação acima da média do nosso CB Stephon Gilmore (Rowe está machucado) contra os atléticos recebedores de Tampa Bay. Sim, caro torcedor, temos razões para ficar preocupados, afinal, o Pats tem atualmente a pior defesa da liga, inclusive em jardas aéreas. O corpo de cornerbacks, apontado no início da temporada como um dos melhores da NFL, é, sem dúvida, a maior decepção até o momento.

 

– Forçando os erros de Winston. Apesar da boa produção ofensiva desde a sua estreia na NFL, Jameis Winston já acumulou um total de 36 interceptações e 19 fumbles na carreira (em 2017, já são 3 interceptações e 3 fumbles em 3 jogos). Para isso, o pass rush de New England precisa mostrar a mesma força que foi vista nos drives finais do jogo contra o Panthers. Muitas vezes, nossos pass rushers (especialmente Trey Flowers e Deatrich Wise Jr.) conseguem pressionar o QB adversário, mas não o derrubam. Uma evolução defensiva passa essencialmente pela pressão ao QB, dificultando o seu jogo no pocket. Winston já demonstrou que toma péssimas decisões quando está em maus lençóis.

 

É preciso confiar nos coachs!

– Melhorando a comunicação entre os jogadores de defesa e a execução das jogadas. É mais que evidente: a defesa do Patriots está se mostrando a pior da franquia depois de muitos anos. Neste momento, tem-se buscado diversos culpados para isso, seja o coordenador defensivo Matt Patricia, ou alguns jogadores em específico, como o CB Gilmore e o DB Jordan Richards. Ainda acredito que essa defesa pode render bem mais do que tem feito até aqui. Primeiro, porque temos o melhor head coach da história da liga. Segundo, porque é perceptível as frequentes falhas de comunicação entre o time de defesa do Patriots; algo que pode ser ajustado nos próximos jogos. Tem-se visto jogadores acertando marcações quando o snap já foi iniciado, ou ainda recebedores adversários livres, sem a devida marcação. Tudo isso devido a um misto de erro de leitura e comunicação ineficaz. Já vimos o Patriots dar inúmeras reviravoltas durante a temporada regular, principalmente depois de perder jogos. Então, não seria de se espantar um grande desempenho defensivo contra o Buccs, apesar do início de temporada mostrar totalmente o inverso.

– Mais uma vez, o ataque deverá manter sua produção ofensiva. Brady tem feito jogos fantásticos até o momento, liderando a liga em jardas aéreas e touchdowns. Desta vez, encara a segunda pior defesa contra o jogo aéreo (sim, somente a frente do Pats), que já sofreu até o momento 6 touchdowns (enfrentando Mike Glennon, Case Keenum e Eli Manning). A defesa do Buccs conseguiu apenas 1 sack na temporada, mas o interior da linha ofensiva do Patriots precisa dar especial atenção a Gerald McCoy, um dos melhores DT’s da NFL.

RESUMO DA ANÁLISE

– O Patriots teve pouco tempo para corrigir as falhas grosseiras em sua defesa, o que pode dificultar bastante contra o forte ataque do Buccaneers. O prognóstico é de um tiroteio em Tampa Bay. Duas forças ofensivas contra duas as piores defesas da NFL até aqui. Não há varinha mágica, mas eu apostaria na experiência e genialidade da dupla Belichick-Brady! Mais do que nunca, é hora de acreditar na dupla mais vitoriosa da NFL!

Qual é o seu palpite para o jogo?! Comente abaixo!

Let’s go, Patriots! Do your job!

the author

Redator do site. Acompanha a NFL desde 2013, quando o Patriots o escolheu para se juntar a #PatsNation. Espera que Tom Brady, vulgo GOAT, nunca se aposente. Advogado. 25 anos, Mossoró - Rio Grande do Norte.

Comentários

Top