Como Josh Gordon pode ajudar o ataque dos Patriots e desafogar Gronk

 Josh Gordon é definido por diversos comentaristas americanos como um jogador de raro talento, porém, apesar de toda a euforia com muita gente já chamando o jogador de Moss 2.0, o que os Patriots fizeram foi uma aposta, que pode dar muito certo ou pode não dar em nada. Algo que pode ajudar Gordon nesse inicio é o fato de ter trabalhado com Todd Haley, que utiliza um sistema de ataque bastante parecido com o dos Patriots, podendo assim tornar a adaptação um pouco mais fácil.

  Nas duas primeiras partidas da temporada Brady tentou oito passes para 20 jardas ou mais e completou apenas três para um total de 83 jardas sendo 2 para Rob Gronkowski, é ai que Josh Gordon pode fazer a diferença desafogando Gronk, que contra os Jaguars foi muito bem marcado.

 Na última temporada quando os Patriots ainda contavam com Cooks para rotas longas, nas duas primeiras partidas Brady completou seis de 14 passes para mais de 20 jardas, tendo um total de 183 jardas.

 Claramente o corpo de wide receivers não estava ajudando Tom Brady, contra os Jaguars o quarterback realizou 10 passes para running backs, 7 passes para tigh ends e 16 para wide receivers ( onde apenas 11 viraram recepções), desses 16 passes apenas dois foram para uma rota mais profunda, ambas para Dorsett, que no final da partida conseguiu uma recepção de 19 jardas.

 Desde o início da temporada os Patriots já fizeram 28 transações para a posição de wide receiver, o que está longe de ser o ideal, principalmente quando se tem um jogador perfeccionista no elenco como Tom Brady que gosta de ter uma química com seus recebedores.

 Jordan Matthews, Eric Decker, Kenny Britt, Paul Turner, Devin Lucien, K.J. Maye, Amara Darboh, Chad Hansen, Bennie Fowler, Corey Coleman, esses são alguns nomes que passaram pelos Patriots nessa temporada e não estão mais no elenco.

 Claro que algumas situações envolvendo esses jogadores pegaram a comissão técnica de surpresa, porém, muitos desses jogadores trouxeram alguma expectativa, mas o que deixaram foi apenas frustração.

 Com o retorno de Julian Edelman na semana 5, se Josh Gordon se manter saudável o ataque dos Patriots tem tudo para ser bem explosivo. Com a ajuda de Gordon tirando um pouco a atenção de Rob Gronkwoski e deixando Edelman um pouco mais confortável e “solto” no slot, ainda contando com a versatilidade dos running backs, Brady terá tudo para comandar um dos melhores ataques da NFL.

 Gordon já realizou os testes fisícos com os Patriots hoje, há uma expectativa que ele já possa jogar no domingo contra os Lions.