Home >> Aves Patriotas,Home,Nação Patriots Brasil,Notícias,Patriots Brasil >> Como Edelman ajudou a prevenir um possível tiroteio em uma escola americana

Um dos assuntos mais debatidos nos Estados Unidos nesse ano, tem sido o controle de armas de fogo, o debate foi despertado após um tiroteio em uma escola da Flórida que deixou 17 mortos. Enquanto o discurso vem ganhando força emocionalmente e politicamente, o consenso é de que áreas públicas como escolas precisam se tornar mais seguras de alguma maneira para que massacres como ocorrido na Stoneman Douglas High School sejam prevenidos.

De acordo com o repórter Ken Belson, do New York Times, o wide receiver dos Patriots Julian Edelman, desempenhou um papel fundamental em impedir mais um possível tiroteio em uma escola norte americana. Edelman no fim de março, estava visitando seu ex companheiro de equipe e amigo Danny Amendola no Texas, quando foi alertado por meio de uma direct em seu Instagram sobre um comentário suspeito em um de seus posts mais recentes. A mensagem dizia que uma criança havia comentado que atiraria em uma escola, o jogador ficou assustado e então notificou sua assistente Shannon Moen que estava em Boston para alertá-la do perigo.

Então Moen fez uma varredura nos comentários do Instagram de Edelman a partir do dia 25 de março, e encontrou o comentário suspeito postado por um usuário: “Eu vou atirar em minha escola para assistir no noticiário”. Assim como Edelman, sua assistente agiu rapidamente ligando para a emergência e mostrou para um oficial o print da ameaça. Depois que as autoridades obtiveram mais informações sobre o caso, um pedido de registros de emergência foi enviado para coletar mais informações sobre a conta.

Assim que o e-mail e endereço do IP pertencentes ao usuário foram descobertos, a polícia de Michigan foi acionada, pois o comentário havia vindo de lá. Não demorou muito tempo para as autoridades chegarem na casa de um garoto de 14 anos, que havia postado o comentário e confessou sua autoria. O adolescente foi levado sob custódia e mais tarde cobrado por fazer uma falsa ameaça de terrorismo.

Moen elogiou o eficiente trabalho das polícias de Boston e Michigan por resolverem rapidamente o caso, enquanto Edelman elogiou o usuário do Instagram que o alertou, dizendo ser ele o verdadeiro herói e prometeu lhe enviar um presente pelo seu trabalho de ter avisado sobre a ameaça.

Texto escrito pelo colaborador Andreolle Santos

the author

Comentários

Top